Pessoal

O que aprendi com o Yoga

Comecei a fazer yoga pra valer em novembro de 2016. Sempre me interessei pela prática e até fiz algumas vezes em casa enquanto estava no Brasil, mas não levei tão a sério na época. Decidi parar de procastinar (essa coisa chata que nos persegue!!) e me aventurar no yoga com um aplicativo para o celular e aulas no youtube. Hoje quero compartilhar algumas coisas que aprendi ao longo desses meses!

Nunca gostei de exercícios físicos. Era péssima em educação física no colégio. Minha professora chegou a me dar nota de graça porque ela não queria que eu reprovasse (tenso!). Não fazia esforço nenhum para jogar direito e ninguém queria me escolher para os times – o que eu achava ótimo porque não gostava de jogar mesmo hehe

Me encontrei no yoga porque não tem pressão. Você vai no seu próprio ritmo, não precisa se esforçar além do seu limite e aos poucos os resultados começam a aparecer e as posturas ficam mais fáceis. É muito legal ver como como você consegue progredir com a prática frequente e fazer coisas que antes eram tão difíceis! Ainda não consigo fazer uma parada de mão, mas quem sabe no futuro, né? Sem pressa. 

Concentração

Yoga é um exercício de corpo e mente. É um momento seu com o seu corpo. Através da respiração, você muda de posturas e se concentra em cada movimento que faz. Não sobra tempo para sua mente ficar ocupada de pensamentos. Ok, é meio difícil se concentrar 100% no início, mas depois fica fácil! Depois da prática, você fica com a cabeça leve e cheia de possibilidades para ideias novas. Minha concentração e foco em atividades diárias melhorou muito.

Respirar é tudo

Entendi a importância de respirar profundamente. Quando encontro um problema ou fico ansiosa, logo começo a ‘respiração do yoga’ e isso tem me ajudado muito a ficar calma em momentos de estresse. Respirar  profundamente acalma, te ajuda a pensar com clareza e te deixa mais feliz, olha só! A respiração também é uma parte fundamental do yoga e ajuda na mudança de posturas. Pode demorar para você fazer tudo sincronizado, mas não desanime que você pega o jeito!

Permita-se

Permita-se errar. Permita-se ir devagar. Permita-se não conseguir fazer tudo o que você quer. Permita-se não ligar para o que os outros pensam enquanto você treme na postura o do cachorro olhando para baixo ou coloca os joelhos no chão para fazer prancha. Permita-se ter paciência. Permita-se pensar apenas em você e na sua prática.

Um momento de desconexão

Yoga é um exercício para o momento presente. Você no aqui e no agora, sem pensar no que vai jantar ou no que precisa terminar no trabalho. É um momento apenas seu, e é muito libertador se permitir desconectar de tudo por um tempo. Minha mente não fica mais um turbilhão de pensamentos malucos (yay!). Às vezes eu me pego não pensando em absolutamente nada ou não me estressando tanto diante de uma situação mais tensa. Esse momento de liberdade é extramente prazeroso!

Yoga é mais difícil do que parece

Como sempre fui sedentária, não tenho força para nada. Assistia os vídeos no youtube e pensava: “talvez não seja tão complicado”. Mas a verdade é que tem vários tipos de yoga e alguns são mais intensos do que outros. Algumas posturas exigem mais do seu corpo e é aos poucos que você consegue fazê-las direito.

Yoga - Ando Pelas Ruas

Eu uso o aplicativo Daily Yoga. Não sei se tem uma versão em português, mas tenho certeza que deve ter milhares de aplicativos. Confesso que gostava bem mais dele antes. Agora a maioria das práticas são pagas e depois de um tempo fica muito repetitivo e fácil fazer sempre as mesmas.

No youtube, eu assisto as aulas da Pri Leite. Ela tem vários vídeos para iniciantes e nível intermediário e muito conteúdo sobre yoga! Gosto das aulas dela porque ela explica bem direitinho para você não errar e se machucar. Atualmente estou no sétimo dia do Desafio de 30 dias! O canal NAMU também tem algumas aulas de yoga que às vezes faço.

Comprei o tapetinho de yoga da foto no Warehouse, que é tipo o Walmart da Nova Zelândia. Ele é bem ruinzinho e ficou com algumas marcas. No Brasil, comprei este modelo no site da Netshoes. Eu gosto muito dele, mas não tinha jeito de trazê-lo na mala! O tapete é importante porque te dá estabilidade, então recomendo comprar um se você quer começar a fazer yoga.

Super recomendo procurar um profissional. Eu já tinha uma noção de ‘corpo’ por causa do pilates (fiz por mais de um ano e amo também ♥), e não foi difícil acertar as posturas com ajuda do aplicativo. Maaaas é bom você aprender junto com um profissional para não se machucar, ok? E também para ver se você vai realmente gostar do exercício!

Vou fazer outro post sobre os tipos de yoga porque são váaaarios e quem sabe você não gosta de um mais do que todos, né não? Vocês já pensaram em fazer yoga ou já praticaram alguma vez?

Beijos,
Nath.

7 Comments

  1. Heloisa Godioso

    9 de maio de 2017 at 05:13

    nossa, eu AMO yoga.. fiz algumas aulas mas pratico sozinha em casa mesmo… sei que preciso voltar a fazer aulas mas tenho procrastinado quanto a isso também. E pra mim é mais que uma necessidade, porque sou extremamente ansiosa!
    Amei muito seu blog <3

    1. Nath

      9 de maio de 2017 at 14:43

      Obrigada, Heloisa! :))

      Muita gente me disse que se eu fizesse yoga eu ficaria ainda mais calma, mas acho que vale tanto para ansiosos [ajuda muuuito] e pra quem não é hehe Eu amo muito também <3

  2. Claudia Hi

    10 de maio de 2017 at 00:26

    Adoro seus posts porque você sempre explica tudo super bem Nath, você conta bem detalhado a suas experiências. Sou super sedentária e realmente acho que yoga é uma prática bem legal pra quem é meio “devagar” sabe?! haha

    1. Nath

      11 de maio de 2017 at 13:14

      Obrigada Claudia! <3

      É bem por aí mesmo com o yoga hahaha

  3. KARINE

    11 de maio de 2017 at 13:48

    adorei seu post ♥ eu nunca fiz yoga, mas tô sempre lendo algo sobre porque tenho curiosidade sobre o assunto. ando super sedentária e preciso sair dessa fase tensa da vida, haha

  4. Camila Faria

    12 de maio de 2017 at 05:38

    Oi Nath, eu pratico vinyasa yoga há anos, mas pratico com uma professora, cinco vezes por semana. Acho maravilhoso demais, me encontrei mesmo na prática. <3

    Um beijo!

  5. Alê

    26 de julho de 2017 at 09:02

    Nath, que post delícia! Pratiquei yoga no Brasil (num estúdio) por um ano e aqui na Ucrânia por um ano também assistindo os vídeos da Pri Leite, ela é excelente mesmo. Yoga é tudo de bom e aprendi muito sobre estar presente (tanto com o yoga quanto com o budismo) e a não me julgar. Parei de praticar porque comecei a fazer academia, já que o yoga não desenvolve músculo e eu estava precisando. Não tinha nada de músculo e quanto mais velho você fica, mais você precisa ter músculos para evitar problemas de coluna e articulações. Mas sou doida para encaixar o yoga novamente na minha rotina alternando com a corrida e a academia. Uma hora eu consigo. Beijão!

Leave a Reply