Cultura

Um papo sobre outras culturas: Filipinas

Faz um tempinho que não apareço, né? Decidi mudar a cara do blog de novo e *talvez* esse layout vai ficar por um tempo. Hoje eu trago um post de uma ideia que nasceu durante uma aula de marketing internacional no ano passado. O tema era globalização. Só falamos de coisas ruins, mas acredito que tenha muitos aspectos bons também. Decidi conversar e aprender mais sobre as culturas que estavam tão pertinho de mim, todos os dias na sala de aula.

Uma coisa que mudou na minha vida desde a minha primeira viagem internacional foi a noção de que o mundo é muito grande e complexo. Eu nunca me conformei com padrões de comportamento ou estilo de vidas que às vezes ouvimos de terceiros que devemos seguir. A vida é muito mais do que ideias preconcebidas. Morar fora apenas me fez ter certeza disso. Nós vivemos em um mundo tão diversificado e bonito, e deveríamos celebrar mais as nossas diferenças que no fim são tão iguais. 

Rolly Jay Biong é um dos meus ex-colegas da escola. Ele tem 22 anos e nasceu na província de Davao, nas Filipinas. Se formou em administração e veio para a Nova Zelândia estudar marketing em 2016. Eu gosto muito dos filipinos e os acho muito parecidos com os brasileiros, especialmente o senso de humor. O Rolly gosta de fotografia e as fotos deste post são todas dele! O instagram dele também é bem legal.

Por que você decidiu vir para a Nova Zelândia?

“Eu quero crescer e ser mais independente. Eu tenho que deixar meu ‘velho eu’ para trás e viver novas experiências. Decidir isso foi fácil, mas quando você está vivendo a situação é difícil. Mas eu conheci muitos amigos e tenho uma família que me apoia nos momentos difíceis.”

Fale um pouco das pessoas do seu país.

“Os filipinos são hospitaleiros, respeitosos, fortes, bondosos e gostam muito de comer! Nós tratamos uns aos outros como família e respeitamos os mais velhos, especialmente nossos parentes. Nós somos generosos. Ainda que não tenhamos muito, gostamos de dividir. Os filipinos fazem de tudo pela família e até vamos morar longe e trabalhar no exterior para sustentar a casa. Nós não podemos desistir de ajudar nossa família! Somos muito fortes por causa disso.”

Como é a comida no seu país?

“Nós gostamos de associar comida a comemorações, então nós comemos muito em festivais e festas. Gostamos de comer arroz – quase todos os nossos pratos são acompanhados por arroz. Nós comemos arroz em todas as refeições, até no café da manhã. Nós também gostamos de frutos do mar, já que estamos cercados pelo oceano!”

O que você gostava de fazer quando era pequeno?

“Eu gostava de nadar no rio e na praia, pular de pontes e pequenos penhascos. Eu gostava de brincar lá fora com meus amigos e era bastante ativo. Eu também gosto de animais e meu pai tem uma pequena fazenda, a qual eu visitava todos os finais de semana. Eu “colecionava” pequenos lagartos e cobras, centopeias, camundongos e peixes!”

Rolly - FilipinasRolly - FilipinasRolly - Filipinas Rolly - FilipinasRolly - Filipinas

Quais as maiores diferenças entre a NZ e as Filipinas?

“O clima. Nós temos duas estações nas Filipinas: verão e a temporada de chuva. O clima da Nova Zelândia tem todas as estações. É bem diferente!”

O que você gosta mais sobre as Filipinas?

“Eu gosto de como nós estamos cercados por praias e paisagens bonitas. Filipinas é com a Nova Zelândia, muitas montanhas e praias, mas com clima diferente. Eu sinto muito falta de ir a praia com meus amigos e a comida dos meus pais. Eu sinto muita saudade deles, especialmente em ocasiões especiais.”

O que você recomendaria para um turista visitar nas Filipinas?

“Para todos que planejam visitar o meu belo país, eu recomendo Oslob, na província de Cebu, para nadar com os tubarões! É tão legal e custa apenas 20 dólares para 30 minutos de mergulho. Palawan também é um lugar legal e você pode ver a formações das rochas e das ilhas. Tem uma lagoa lá muito bonita e você pode nadar também. A praia mais conhecida é a Boracay, de areia branca e um por do sol maravilhoso. Você pode experimentar vários esportes aquáticos por lá.”

Filipinas é um país composto por 7.107 ilhas – e os filipinos sabem esse número de cor! Manila é a capital e também a cidade mais desenvolvida e para onde a maioria dos recursos vai. O país foi ocupado pelos espanhóis (entre outros países, como Japão e os EUA) e até hoje tem bastante influência espanhola. Muitos dos meus amigos até assistiam novelas mexicanas – eu acho muito engraçado um país asiático gostar tanto de novelas latinas!

Os filipinos são conhecidos por trabalharem em outros países e tem órgãos oficiais para administrar e dar suporte para quem decide morar fora. Eles geralmente vão para países que falam inglês. O Rolly me contou que toda vez que eles visitam a família, é obrigatório levar presentes e souvenirs para todos os parentes. Nas Filipinas, é comum que quase toda a família more na mesma casa ou terreno. Não apenas os pais e filhos, mas avós, tios e primos. Esse é um dos motivos por ele não ter feito uma visita ainda hehe~

Beijos,
Nath.

3 Comments

  1. Camila Faria

    18 de agosto de 2017 at 04:51

    Oi Nath, eu morro de vontade de conhecer as Filipinas. Deve ser incrível demais! E adorei as fotos do Rolly, que lindas!!!

  2. Bárbara Cavalcante

    19 de agosto de 2017 at 19:11

    Sinto muita vontade de conhecer o país, as fotos são lindas e parece ser um lugar acolhedor e cheio de belezas naturais.
    Beijinhos e ótimo final de semana!
    http://www.barbaradoblog.com

  3. Claudia Hi

    20 de agosto de 2017 at 01:24

    Adorei a entrevista! Espero que se torne uma categoria fixa por aqui! rs

    Sempre me interessei pela cultura e principalmente pela gastronomia do país . As comidinhas parecem deliciosas e as praias, um sonho!

Leave a Reply